Vagas Jovem Aprendiz Banco do Brasil 2019

A experiência é um dos requisitos mais cobrados no mercado de trabalho atual e é um dos desafios encontrados por quem ainda não conseguiu o primeiro emprego.

Por isso, programas de instituições privadas e públicas, assim como o governo, desenvolvem atividades que podem melhorar o aprendizado e o currículo de milhares de jovens.

Então, conheça agora o Jovem Aprendiz do Banco do Brasil e entenda porque esse programa pode ser a sua oportunidade de começar a mudar a sua atuação no mercado.

Vamos lá?

Entendendo o programa Jovem Aprendiz

O programa jovem aprendiz foi desenvolvido pelo Governo Federal com a ideia de fornecer maiores oportunidades para o público jovem.

Jovem Aprendiz Banco do Brasil

Para entender melhor, o programa funciona através de aulas teóricas e serviços práticos que vão fazer com que você seja inserido no mercado de trabalho enquanto estuda determinada área.

Dessa forma, o jovem ou adolescente consegue emprego em diversas empresas de médio e grande porte, recebendo salário e benefícios enquanto ainda estuda e desenvolve mais a aprendizagem sobre aquele serviço.

O programa conta com várias regras referente a horários, salário e condições de desenvolver aquela atividade que são assistidas pela instituição e empresa na qual você está inserido.

Programa Jovem Aprendiz Banco do Brasil

Como forma de inserir o jovem no mercado de trabalho, o governo instituir a obrigatoriedade de que empresas privadas ou publicam tenham no mínimo 5% de jovens aprendizes no seu quadro de funcionários.

Dessa forma, a empresa consegue fornecer experiência profissional para o jovem que ainda não está atuando no mercado.

O Banco do Brasil direciona, principalmente, o programa jovem aprendiz para aqueles que estejam em família de baixa renda.

Isso acontece porque o programa tem o intuito de promover a inclusão social, principalmente, em jovens da rede pública de ensino.

Para você ter uma ideia, o Jovem Aprendiz Banco do Brasil tem mais de 4 mil jovens inseridos no mercado todos os anos e a seleção acontece através de Instituições sem Fins Lucrativos que tem algum tipo de convênio com o banco.

Jovem Aprendiz Banco do Brasil

A instituição financeira em questão, Banco do Brasil, leva como escolha determinante para a seleção de currículos o rendimento escolar e estudantes da rede pública ou bolsistas de escolas particulares.

Esses requisitos básicos funcionam como um método de desenvolver e incentivar a aprendizagem e o comprometimento do aluno na escola.

Entre os outros requisitos para participar do programa são:

 

– Ter entre 15 e 16 anos;

– Ter renda familiar de meio salário mínimo atualizado para cada membro da família;

– Estar matriculado no sétimo, oitavo ou nono ano do ensino fundamental.

 

Existem ainda outros requisitos para algumas seleções específicas do Banco do Brasil, onde a idade é de 18 a 22 anos, com ensino médio concluído ou não e com renda familiar de um salário mínimo por membro da família.

Já os salários do Jovem Aprendiz Banco do Brasil, podem variar de um salário mínimo até um salário mínimo e meio, vale transporte, auxílio alimentação no valor de R$ 200,00 e plano de saúde.

O prazo máximo do programa é de 2 anos e a seleção não conta com nenhuma interferência do Banco do Brasil e o cadastro acontece através de algumas das instituições vinculadas ao banco encontradas na sua cidade.

Para saber mais sobre essas instituições é preciso ir até associações de classes ou comunitárias e outras instituições voltadas para o público jovem.

Entendendo o programa Jovem Aprendiz

Para se inscrever no Jovem Aprendiz Banco do Brasil 2018 é preciso estar cadastrado em uma das Entidades Sem Fins Lucrativos (ESFL) validadas pelo Ministério do Trabalho.

Estas instituições devem procurar a agência mais próxima para se cadastrarem e poder selecionar os Jovens. Para isso, as instituições devem atender a alguns critérios, como:

  • Estar inscrita no Cadastro Nacional da Aprendizagem do Ministério do Trabalho e Emprego-MTE;
  • Comprometimento no desenvolvimento do programa de aprendizagem em conjunto com o Banco;
  • Ter registro no Conselho Municipal e/ou Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente – CMDCA;
  • Dentre outros requisitos.

Você pode encontrar as entidades que estejam filiadas ao Banco do Brasil nas associações ou órgãos que atendam ao Jovem Aprendiz.

Uma destas entidades é o CIEE, que você pode se cadastrar clicando aqui.

Conclusão

Agora que você já conhece o Programa Jovem Aprendiz do Banco do Brasil, não perca mais tempo e comece agora mesmo a procurar as instituições mais próximas de você.

Dessa forma, vai ficar ainda mais fácil você começar a atuar no mercado de trabalho em uma das instituições financeiras mais famosas do Brasil.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.